segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Herói e Vilão



Este fim de semana tivemos oportunidade de assistir a mais um duelo titânico espanhol, e como num típico filme hollywoodesco, o herói acabou por ser inevitavelmente o mesmo. O grupo blaugrana viu-se envolvido em condições de extrema hostilidade, mas com habilidade, alguma sorte e uma boa dose de magia alcançou mais um final feliz.

Perante um Real Madrid que é claramente uma evolução de ano passado, a equipa de Guardiola foi fiel aos seus princípios de jogo e até quando tudo indicava que a estratégia de posse de bola, lenta e construtiva, parecia não estar a dar resultado, o Barcelona foi persistente, manteve a sua forma de jogar e guiado pela luz invocada pelo mágico Messi, chegou ao sucesso.

Hoje em dia assistir a um clássico entre Real e Barça é quase similar a assistir a um filme de acção de Hollywood em que há um herói, de personalidade coerente, valores morais inquestionáveis e, munido de uma habilidade inabalável, constrói e impõe a sua filosofia de forma a alcançar os seus nobres objectivos. Por outro lado, temos um vilão de personalidade indecifrável e misteriosa ao espectador, cujas intenções principais parecem centrar-se na destruição da obra do herói.

Como num filme de acção, há um enredo em que o vilão consegue colocar o herói numa situação de dificuldade extrema, em que tudo parece indicar um desfecho trágico para o nobre e bondoso personagem. Mas como se fosse guiado por uma força quase divina, o herói consegue evitar a estocada final e depois lutar corajosamente através de acrobacias impossíveis, fazendo o que mais ninguém consegue fazer e claro com uma dose de sorte à mistura que só ilumina a personagem bem intencionada.

É certo que novos capítulos virão, e que muito há ainda por lutar, mas também é uma realidade indiscutível que o Barcelona neste momento continua a apresentar uma melhor qualidade tanto a nível individual como em equipa comparativamente a este Real em evolução crescente. No entanto, há hoje em dia uma tendência cinematográfica em Hollywood que começa pôr em causa o final feliz como um desfecho certo. Aguardaremos para ver…

1 comentário:

  1. Quer fazer uma troca de links?

    Responda no meu blog:http://bragaatemorrer.blogspot.com/

    ResponderEliminar