terça-feira, 17 de agosto de 2010

A primeira (de muitas) mudanças


Já não é novidade para ninguém que José Mourinho deixa marcas em todos os lugares por onde passa. Até deixa marcas ainda mesmo antes de chegar, como aconteceu na sua saída do Inter para o Real Madrid. Mas só alguém com o seu carisma e personalidade seria capaz de mudar o modelo de gestão desportivo e financeiro de um dos clubes com maior projecção a nível mundial.

O Real Madrid, desde há alguns anos a esta parte, vinha agitando e inflacionando o mercado todos os inícios de época contratando uma vedeta de classe mundial ou até mesmo duas (Ronaldo e Kaka, Ronaldo e Beckham). Tal tinha a vantagem de munir o plantel com qualidade, mesmo que depois se viesse a provar que os jogadores juntos não funcionavam como equipa, mas principalmente tinha a vantagem de, com o marketing, rapidamente se recuperar o investimento e passar a lucrar.

Esta época tudo foi diferente. Mourinho gastou dinheiro, mas fê-lo com moderação. Não comprou jogadores que apenas viessem vender camisolas por esse mundo fora (pelo menos para já) mas comprou jogadores com talento, que ele pudesse moldar, evoluir e crescer. Ninguém duvida do potencial imensurável de Di Maria, Canales, Khedira e agora de Ozil. O talento está lá, a capacidade de moldar uma equipa também (mais fácil ainda com a saída de Raul) e o marketing, com a evolução esperada destes jogadores acabará por aparecer.

Mourinho mudou a gestão do Real Madrid para uma visão a mais longo prazo. Acredito que terá grandes resultados. O duelo com a também super-equipa do Barcelona será do mais espectacular que se viu nos últimos anos. Como já foi dito neste blog, todos estamos ansiosos para ver este duelo de titãs...

1 comentário:

  1. Nem se percebe que és do benfica nem nada!

    ResponderEliminar